18/11/09

Casa nova

Agora este blog faz parte do WordPress.

No entanto, essa página não será deletada, pois dá muito trabalho passar todo o histórico pra lá e eu quero guardar esse conteúdo.

Até que tem umas histórias legais (clique na tag "porre" e ria um pouco)

Enfim, o endereço novo:
http://123bier.wordpress.com

Esporádico, porém letal (desabafo?)

Blog é mesmo uma ferramenta de desabafo, substitui os antigos diários.

Com a diferença é que este diário você expõe para o mundo ler (mesmo que ninguém leia, você expôs).

E sempre que você vem escrever aqui é porque tá cheio - cheeeeio - de merda na cabeça.

É trabalho, é conta pra pagar, é faculdade que só enche o saco, é o TCC que complica, é o amigo que te entortou, é o seu time de futebol, é uma puta história legal que você precisa compartilhar com o mundo ou é o coração. Coração não, sistema límbico do cérebro, aquele de sensações e emoções, que controla e rege boa parte da sua vida.

Enfim, seguindo nessa toada:
Algumas mudanças são boas, outras não. Algumas têm volta, outras não. Eu sei que pareço o Cléber Machado com essas opiniões certeiras e incisivas, mas é a dúvida que me fode. O fato é que toda vez que algo muda de lugar, ocorrem belas trombadas e machucados, e lugar onde essa coisa estava fica vazio. E vazio - pelo menos no caso que eu estou pensando - é uma merda.

Se o que estava lá vai voltar a ocupar ou se outra coisa vai entrar no lugar, não faço a menor ideia. Só quero que o vazio termine, e com a coisa certa para ocupar o tal espaço.

Ainda sobre mudanças: é uma merda perceber que a coisa fugiu ao seu controle e que um ser humano (tá, foda-se, estou me expondo mesmo) muda e essa mudança não te agrada.

Ainda sobre mudanças: estou morando sozinho, e é nessas horas que você percebe o quanto você fala sozinho para se manter companhia. eu bato altos papos comigo mesmo, falando alto, quando não tem ninguém em casa (como usualmente).

Agora sobre tudo: Eu não sei o que eu quero, não tenho vontade ou opinião fixa, meu humor e meus maiores desejos mudam de cinco em cinco minutos, eu sou teimoso, eu posso ser manipulador, eu sou odiável, nervoso e agressivo, eu sei disso.

E tudo fica mais fácil com o meu jeitinho troglodita de ser.

SAUDAÇÕES GERMÂNICAS.